BACK TO COOL 3 COLUMN

terça-feira, 15 de outubro de 2013

1 Ano de muita saudade



Não dá para acreditar há 1 Ano que partiste meu lindão, foi assim tão pequenininho que chegaste a nossa casa, a esta tua casa, mas já não estás connosco e mesmo agora, ao fim de todo este tempo, há um vazio muito grande nos nossos corações.. 
Eras ainda tão bebé, porque tiveste de ir tão cedo meu lindo, temos tantas saudades tuas, dessas patinhas quando te punhas ao nosso colinho todo enroscadinho, parecias uma bolinha.
Eu quero crer que Deus tem lá em cima um cantinho para os animais e tenho a certeza que tu estás lá e que continuas a ter este mesmo ar de matreiro.
                                                                                                                                           


Há 1ano que partiste e neste ano há uma mágoa tão grande em mim. Eu nunca te tinha batido, ralhado sim, mas bater não, e teve de ser logo na véspera de toda esta tragédia que a dona te bateu, se pudesse voltar atrás, pelo menos acho que talvez estivesse melhor comigo própria.
Mas numa semana, uma semana de tanta chuva e tu fizeste asneira em todas as camas que há nesta casa, naquele maldito dia, a véspera de tudo isto, tinha sido a minha. A dona tinha mudado os lençóís no dia anterior, quando me fui deitar e estava tudo molhado, passei-me e bati-te porque estava zangada,  mas meu querido dava tudo para voltar atrás e não o teria feito.  
Tenho a consciência tranquila, de que te amámos muito, eras e serás sempre O NOSSO GATINHO MAIS LINDO E FOFINHO DO MUNDO, nenhum outro gatinho te tira o teu lugar, cada um tem o seu espaço nos nossos corações e o teu continua aqui nos nossos corações, nos nossos pensamentos, na nossa casa (a todo o momento),  nesta tua casa que tu corrias por todo o lado adorava ter-te aqui a brincar com os nossos outros gatinhos, mas Deus quis que isso não acontecesse, para grande tristeza nossa.   


Nós adoramos-te, nunca sairás do nosso coração, estarás lá para sempre, meu bebé. 


Mais uma das muitas recordações que temos tuas meu querido, um dia de trabalho e ao chegar a casa, eis onde deparamos contigo a dormir. 
Não resistimos tivemos de tirar a foto, o que nunca poderíamos imaginar é que iria ser uma das últimas fotos que te iríamos tirar. 

Até sempre meu querido
          YOSHI



Amigas
Chamem-me doida ou o que quiserem, este post é enorme, mas eu tinha de o colocar e creiam que ainda poderia escrever muito mais, porque a tristeza que sinto sempre que me lembro do meu gatinho, não se resume a estas palavrinhas.
Tinha muito mais para lhe dizer, mas digo-vos só que ele era a coisa mais doce e mais meiga que podia haver, vocês nem conseguem fazer uma pequena ideia, porque ele era único.
Às vezes vinham cá colegas da filhota, faziam-lhe tudo o que quisessem e ele não se virava nunca, era um AMOR, mas talvez tivesse sido assim para que o pudéssemos amar e acarinhar, até àquele estúpido dia.
Desculpem este post enorme, mas um grande OBRIGADO, se tiveram a coragem de o ler até ao fim
         Bjs para vocês.
                                                         Até breve!!!

2 comentários:

  1. ohhh vi agora esta postagem, sei como é perdermos um animal.
    beijinhoss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pinta, como eu costumo dizer só quem gosta de animais e passa por uma situação destas compreende a dor que se sente.
      Lamento saber que a Pinta também já passou por uma situação assim tão triste.
      Beijinhos

      Eliminar

Obrigado pela visita e pelo comentário. Espero que tenham gostado :)

Beijinhos

Paula

PS: Posso tardar, mas responderei às mensagens e claro que vos farei uma visita nos vossos blogs! ;)