BACK TO COOL 3 COLUMN

sábado, 23 de novembro de 2013

Os meus Torresmos

Olá  amigas quem quer vir petiscar comigo?

Hoje trago-vos um petisco que eu ADORO, mas que infelizmente faz tanto mal :(
Não pergunto quem é que nunca comeu uma sandes de torresmos porque há pessoas que não gostam, eu pessoalmente dos de compra não consigo comer, compro para o meu marido que gosta muito, mas eu simplesmente não lhes toco, ARGG só de olhar para eles....
Mas minhas amigas ao olharem para a imagem que se segue devem ficar com a mesma impressão, não é?- Mas saiem daqui uns torresmos com um saborzinho delicioso.

Como quem me conhece e visita o meu blog, sabe que adoro e fui criada rodeada de campo e animais, portanto não deve ser novidade para ninguém que quem vive assim se habitua aos dias de matança, eu era uma miudinha ainda, (mas acreditem tenho saudades desse tempo),(amigas, vocês não estão a ver, mas eu cheguei a ser proibida de estar ao pé do meu avô (que tenha a sua alma em Paz), quando estavam a matar os porcos, o meu avô dizia que eles custavam a morrer por causa de mim (isto é horrível de dizer), porque eu levava o tempo a chorar e a dizer coitadinhos  isso dói, não façam mal, resumindo a Paula nos anos que se seguiram, deixou de estar ao pé deles. mas uma coisa que não tem explicação e ainda hoje penso como era possível, eu não gostava do acto em si, mas no entanto gostava de participar no resto desde o lavar das tripas para os chouriços que eu gostava muito de ajudar a fazer, até aos petiscos que se fazem nestas alturas, isto é uma coisa que nunca conseguirei entender, porque um acto levava ao outro e eu não gostava do primeiro).
Resumindo cresci habituada a comer estas coisas caseiras e vai daí não consigo gostar das de compra.
Então faço como sempre vi a minha avózinha fazer (que Deus a tenha em Paz), mas claro que eu não mato os porquinhos :)
1º passo no talho e encomendo banha em rama, também gosto muito do rissol (nós na minha terra chamamos assim aqueles torresmos rendilhados) são os que gosto mais, mas desta vez não me arranjaram para minha tristeza.
   Lavo e corto em pedacinhos e deixo escorrer a água.
   Depois tempero de sal e coloco cascas de laranja por cima, deixo ficar por umas horas.

Agora a imagem que vocês acham esquisita...
  

Depois coloco tudo num tacho em lume brando para que fritem os bocados a que chamamos torresmos, leva um bom tempo a fritar, mas também tem a particularidade, que eu uso banha em certas comidas, mas também não gosto da e compra e ao fazer isto (pelo menos aí umas 2 x por ano porque não pode ser mais que os torresmos fazem muito mal não é?), tenho banha o ano inteiro.
Então 3 kg de banha em rama deu para:
Estas taças de banha e mais uma das pequenas meia. 


E agora o melhor, a minha perdição  é que eu tendo isto em casa não me consigo controlar os meus famosos TORRESMOS.
E aqui estão eles, caseiros como gosto, saborosos e sem nada de conservantes, uma autêntica iguaria. 


Dá trabalho sim, leva o seu tempo também, mas dá um prazer comer as nossas coisinhas feitas por nós.

E por aí, alguém ficou com água na boca?

                                                            Até breve!!! 

4 comentários:

  1. Olá Paula, nunca fui muito apreciadora de torresmos mas penso que os seus devem de ser bons já que quase tudo o que seja industrializado não sabe ao mesmo que é confeccionado artesanalmente. Eu faço o pão à moda antiga e vale mais do que muito pães que se compram nos supermercados e padarias. Eu também não aprecio a matança de animais, volta e meia ouço aqui nas redondezas a matarem porcos e acho que não é um cenário muito agradável mas sou das pessoas também que gosta de participar na confecção de muitas iguarias. Tenha um óptimo dia ;o)
    Susana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Susana

      E eu que pensava que era a única a não gostar do cenário das matanças mas que gostava de participar nas restantes iguarias, já fico mais contente porque somos duas . Sim e isso do pão é uma grande verdade, mas eu não faço, não tenho como e nem sei se conseguia porque foi coisa que ainda nunca fiz, mas admiro muito quem o faz. Mas noto a diferença ao comer o pão caseiro que vem da minha terra, do que comprar este aqui ao pé de mim.
      Também sou adepta de tudo o que é caseiro porque faço tudo o resto, garanto-lhe os meus torresmos ficam mesmo bons, tenho a certeza que iria gostar.
      Obrigado pela sua visita
      Um bom fim semana
      Beijinho
      Paula

      Eliminar
  2. Hum... são tão bons esses torresmos. Banha já não utilizo muito.

    ResponderEliminar
  3. Pois são Pinta, não é para me gabar mas são uma delicia. Quando fizer mais ofereço-lhe uns quantos :) :)
    Há certas coisas que gosto de fazer com banha, talvez um hábito que trago da minha terra.
    Bom fim semana

    ResponderEliminar

Obrigado pela visita e pelo comentário. Espero que tenham gostado :)

Beijinhos

Paula

PS: Posso tardar, mas responderei às mensagens e claro que vos farei uma visita nos vossos blogs! ;)