BACK TO COOL 3 COLUMN

domingo, 18 de agosto de 2013

Até comecei bem, mas acabei muito triste

Olá de novo a todas

Como já tenho dito aqui muitas vezes e não é segredo para ninguém, que tudo guardo pois não consigo desfazer-me de nada, tudo vai para um canto que eu na altura decida.
Pois então para este cantinho do meu móvel da sala, vieram estas duas peças, a 1ª era para ser um porta-velas, a 2ª seria uma taça para sobremesa em forma de meia maçã.
 Foram-me oferecidas  por uma amiga, em Páscoas passadas vinham cheios de amêndoas. Essa minha amiga faz embrulhos lindos e claro eu que sou doida por todo esse género de coisas, não consigo ficar indiferente, então o que fiz foi ......
Os embrulhos estão exactamente conforme me foram dados, a única diferença foi que depois de ter tirado as amêndoas que se iriam estragar, coloquei potpourri nas taças e voltei a fechar com o mesmo pormenor que estava, claro que só posso ser doida dizem vocês, mas achei os embrulhos tão lindos que fiquei com pena de os desfazer simplesmente.
 Assim em vez de um porta-velas e mais uma taça de sobremesa, tenho duas tacinhas com potpourri  a enfeitar no móvel. A única diferença é que o cheirinho do potpourri está a desaparecer e eu já não vou querer abrir mais os embrulhos porque deram-me um trabalho enorme fazer igual.



Amigas mas com esta última taça tive um contratempo. O meu gatinho saltava para cima de tudo e mandou-a ao chão onde ficou toda partidinha, (parece inteira porque está dentro do papel celofane), andei a tentar encontrar uma taça igual para a trocar mas sem sucesso.
 Mas agora já nem essa taça quero trocar, quero encontrar uma ligeiramente maior para colocar esta dentro e sabem porquê? O meu coração não deixa que eu me desfaça desta taça, porque o meu gatinho, esse meu lindo e fofinho gatinho que fez essa primeira e grande asneira já não poderá fazer mais nenhuma, porque foi aquele meu gatinho que morreu e causou uma tristeza enorme em todos nós. Todos acham que sou maluca mas eu não consigo simplesmente chegar ali e tirar a taça, como se ela nunca tivesse existido, mas existiu e com ela a prova de algo mais que nos deu tanta alegria e a quem nós dávamos tanto amor e que nos era retribuido com tanta meiguice, tantos ronrons e turrinhas.
 Minhas queridas podem-me chamar doida, maluca tudo o que quiserem, mas tenho a certeza que em alguma de vocês, há-de existir uma, que compreenda um pouco deste meu sentimento, que ainda dói tanto e já lá vão 10 meses que esta tragédia sucedeu.
Mais uma vez um post tão longo mas como vêm amigas, tal como eu falei em um outro post há sempre uma história por trás e eu simplesmente não consigo chegar colocar e já está. 
Umas são histórias felizes, outras são mais tristes, pois esta começou por ser feliz e acabou numa tristeza tão grande, que eu já não estou a conseguir ver as teclas do computador. Desculpem mais uma vez.
Obrigado a todas e deixo-vos com um grande 
                             BEIJINHO 
   


2 comentários:

  1. Paula, querida

    Eu entendo muito bem os teus sentimentos, pois sou

    um pouco assim também.

    De fato os embrulhos com os potpourri, são lindos

    e devem ser bem cheirosos.

    Com certeza voce vai encontrar outra taça igual,

    quando menos esperar.

    beijo carinhoso e linda semana

    Regina Célia

    ResponderEliminar
  2. Olá Regina

    Desculpe estar respondendo já com algum atraso, mas ando a dar volta ao blog e vendo os comentários a que não respondi e não gosto, por isso tenho de responder, mesmo sendo com algum atraso.

    Pois é muito complicado, mas o meu problema não é a taça em si, eu só queria encontrar uma taça igual para colocar a outra dentro, porque não me conseguirei afastar da outra, porque me faz lembrar uma das traquinices do meu querido Yoshi.
    Obrigado pelo carinho
    Beijinhos e boa semana
    Paula

    ResponderEliminar

Obrigado pela visita e pelo comentário. Espero que tenham gostado :)

Beijinhos

Paula

PS: Posso tardar, mas responderei às mensagens e claro que vos farei uma visita nos vossos blogs! ;)